RECREAÇÃO E O KIT DE PRIMEIROS SOCORROS

Atualizado: Mar 2


Eu trabalho com recreação desde o início de 2004 e a partir do ano de 2012 tenho minha empresa – Clube dos Recreadores – juntamente com minha esposa Tatyanne Roiek Lazier-Leão. Umas das questões que mais invisto tempo na criação de uma atividade nesses anos de trabalho com recreação é no quesito: segurança.


#sourecreador #sourecreadordesucesso #habilidadesdorecreador


Eu sei que as pessoas são diferentes, que tem preocupações diferentes e investem tempo em ações diferente. Mas quando o assunto é segurança, indiferente das habilidades e competências do recreador, todos, eu disse todos, deveriam investir tempo em segurança.


Eu sou do tipo que pensa em tudo que pode dar errado antes de dar errado. Diante disso, sempre me preparo para o pior. Ou seja, eu simplesmente analiso as atividades que vamos realizar, onde elas serão realizadas, quantas crianças participarão e quantos recreadores compõem a equipe e demais questões essenciais. Diante dessas questões posso me prevenir de algo que possa ocorrer.


PENSE NO PROBLEMA

Pensar no problema nada mais é do que pensar em prevenção de acidentes que possam ocorrer no futuro. Algumas forma de prevenir acidentes são:


- não realizando atividades com grande risco de acidente,

- ter os equipamentos corretos para aplicar tal atividade;

- aumentar o número de recreadores para que haja um cuidado maior e

- ter um kit de primeiros socorros.

Além disso, junto com a inscrição, enviar aos participantes uma ficha de avaliação para saber como eles estão de saúde, como é sua alimentação, se há alguma restrição para a prática de atividades físicas ou restrição a algum tipo de alimentação.


O KIT DE PRIMEIROS SOCORROS

Até finalizar a escrita desse texto, nós do Clube dos Recreadores nunca usamos o nosso Kit de Primeiros Socorros. Para ser mais preciso, utilizamos apenas três vezes: primeiro para emprestar uma tesoura para a mãe de uma crianças; segundo para emprestar um band-aid; e terceiro para trocar o curativo de uma criança que já veio com machucado.


Logicamente que o interessante do Kit de Primeiros Socorros não é a sua utilização. O nosso marketing não é a quantidade de vezes que precisamos utilizar ele, mas sim, apresentar ele sem nunca termos utilizado, a não ser para emprestar algo para alguém.


Porém o nosso maior marketing é quando chegamos ou nos despedimos do evento. Sempre deixamos a caixa de primeiro socorros aos olhos das pessoas (e não dentro de uma mochila) pois, levamos ela do lado onde ficam os convidados (para que eles possam ver que temos). Consciente ou inconscientemente o contratante ou os participantes pensam: “se acontecer algo, eu sei onde busco ajuda, os recreadores tem os recursos, mas espero que nada aconteça”.


SOBRE O KIT DE PRIMEIROS SOCORROS

O Kit de Primeiro Socorros deve conter materiais que sirvam para diversas situações, levando em consideração o custo-benefício e o conhecimento técnico de quem vai utilizá-los. Ele deve ser mantido sempre em local de fácil acesso e estar bem sinalizado. É importante lembrar que não adianta montar um Kit com materiais ou equipamentos que não se saiba utilizá-los. Em nosso caso, estamos apenas com materiais básicos para o primeiro contato caso algo ocorra.


Sendo assim, um Kit de Primeiros Socorros deve conter – não é regra – os seguintes itens:


  • Soro fisiológico;

  • Álcool em Gel;

  • Algodão;

  • Ataduras elásticas, de crepom e de gaze;

  • Bandagem;

  • Bolsa de água quente;

  • Bolsa para compressa de gelo;

  • Compressas limpas;

  • Esparadrapo tipo micropore;

  • Gaze estéril;

  • Cotonetes;

  • Lanterna;

  • Lenços normal e umedecido;

  • Luvas descartáveis;

  • Pinça;

  • Solução antisséptica;

  • Termômetro;

  • Tesoura sem ponta;

  • Repelente;

  • Protetor Solar;

  • Band-aid.


Além disso, temos que estar cientes que não podemos oferecer remédios (pois não somos médicos). Embora o Kit de Primeiros Socorros para acampamentos possam ter analgésico, antitérmico, creme de cortisona e pomada com antibióticos, desde que o pronto socorro mais próximo esteja há vários quilômetros de distância.


O RECREADOR E OS PRIMEIROS SOCORROS

Nossa função é prestar os primeiros socorros caso algo de maior gravidade aconteça. Caso não tenha preparo ou não se sinta preparado para prestar os primeiros socorros, procure por ajuda o mais rápido possível, passando todas as informações necessárias para que o atendimento à vítima aconteça em tempo hábil conforme afirma a professora Luciana Pereira de Moraes, do curso Primeiros socorros – nas escolas, nas empresas e em residências (TEIXEIRA, 2018).


Para isso, é importante ter registrado os números dos telefones de serviços, na agenda do seu celular. Conforme aponta o site Primeiro Socorros Info (2018) são eles:


193 – Corpo de Bombeiros – Em casos de emergências, incêndios de acidentes domésticos, de trânsito, resgate de vítimas em que não é possível realizar os primeiros socorros, encarregados de realizar o transporte da(s) vítima(s) a uma unidade de saúde especializada de acordo com o caso específico.


190 – Polícia Militar – Responsável por fazer atendimentos prévios, no caso de ser o primeiro serviço especializado a chegar ao local, manter a ordem do fluxo de trânsito e de pessoas (curiosos), apurar circunstâncias do acidente e em eventualidades realizar o transporte de vítimas.


192 – SAMU – O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) é um serviço específico de atendimentos de urgência, criado por uma portaria do Ministério da Saúde, e gerido pela Secretaria de Saúde de cada estado ou município. Realiza um serviço de atendimento às vítimas de acidentes e estados clínicos que necessitam de acompanhamento, realizando um atendimento prévio no próprio local ou dentro de ambulâncias, enquanto a(s) vítima(s) são transportadas para um hospital ou unidade de saúde mais próximos.


191 – Polícia Rodoviária Federal – Em casos de acidentes em rodovias mais isoladas de grandes centros, é recomendável acionar o serviço da Polícia Rodoviária Federal (PRF), pois é a instituição que provavelmente estará mais próxima da ocorrência, uma vez que é a polícia responsável por zelar do bom fluxo em rodovias nacionais.


199 – Defesa Civil – É o órgão nacional responsável por organizar prevenções de acidentes e desastres naturais ou de grandes proporções e trabalhos de resposta a esses acontecimentos, como medidas de remoção de famílias em áreas potencialmente de risco de desmoronamentos, deslizamentos e alagamentos.


0800-722-6001 – Disque Intoxicação – É um serviço criado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), com o objetivo de esclarecer pessoas e profissionais de saúde quanto às ocorrências envolvendo intoxicações dos mais diversos tipos.


Hospitais da sua Cidade


Plano de Saúde (caso os participantes tenham)


Telefone dos Pais e de no mínimo outros 2 contatos


Todo o cuidado é pouco quando estamos lidando com a vida de pessoas, mesmo que seja em uma brincadeira. Cuidar faz parte do trabalho do recreador. Pois a plenitude do planejamento, organização e execução de uma atividade, cronograma semanal, mensal, semestral ou anual está diretamente ligado com a segurança. As pessoas querem se divertir, porém com segurança.



REFERÊNCIAS

PRIMEIROS SOCORROS INFO. Serviços especializados em primeiros socorros. 2018. Disponível em: <http://primeiros-socorros.info/servicos-especializados-em-primeiros-socorros.html>. Acesso em: 14 dez. 2018.


TEIXEIRA, Silvana. Primeiros socorros: como agir em situações de urgência. 2018. Disponível em: <https://www.cpt.com.br/cursos-treinamentoprofissional/artigos/primeiros-socorros-como-agir-em-situacao-de-urgencia>. Acesso em: 14 dez. 2018.



Se você tiver dúvidas ou contribuições, por favor, deixe nos comentários. Ela poderá ajudar tantas outras pessoas!

CLIQUE EM - LISTA VIP - E RECEBA CONTEÚDO EXCLUSIVO NO SEU E-MAIL

Professor Mestre Cleber Junior

221 visualizações2 comentários

Copyright Mestre Cleber Mena Leão Junior  |  Maringá, Paraná, Brasil  |  CEP: 87083-500